Reinvente sua vida no campo

Toda a ciência e tecnologia digital estará a serviço de um mundo cada vez mais analógico

01 de fevereiro de 2020 às 10h21

Dilvo Grolli, presidente da Coopavel

Esse é o grande motivo da 32ª Show Rural Coopavel, em Cascavel, Paraná. Essa exposição tem para o setor de mecanização no Brasil uma gigantesca importância. Os fabricantes e distribuidores de máquinas comentam que é dali, da Show Rural Coopavel, que se estabelece o acorde do ano. Quer dizer, se o tom dos negócios será maior ou menor.

A ministra Tereza Cristina estará na feira que ocorre de 3 a 7 de fevereiro. O governador Ratinho Jr., que também tem promovido um ótimo crescimento do PIB do seu estado, se fará presente. É um movimento incrível de 650 expositores em 720 mil metros quadrados, recebendo 250 mil visitantes e com uma expectativa de movimentar neste ano de 2020, cerca de R$ 2 bilhões.

Por um lado a Show Rural Coopavel terá um dos seus mega stands dedicado ao SRD, Show Rural Digital.Então além de todo setor de tratores, colheitadeiras, implementos, automação para armazenagem e secagem de grãos, irrigação, máquinas que viraram robots, teremos um boot camp, um hackaton, e marcas como Microsoft, Dell, Huawei,Totvs dentre outras que agora estão umbilicalmente conectadas nas modernas máquinas e nos sistemas de gestão e monitoramento do uso dos insumos.

As cooperativas do Brasil e Paraguai terão também um fórum de TI, nesse ambiente digital. A mecanização brasileira é fundamental para tudo o que vimos de progresso no agronegócio nos últimos anos.

A inteligência digital embarcada permite racionalização dos custos, sustentabilidade e provoca e incomoda positivamente a evolução dos produtores e produtoras, na aquisição de educação.

A relação entre o investimento em máquinas com o custeio de insumos no Brasil, na minha opinião é baixa. Precisamos muito mais máquinas do que temos hoje. Bancos e cooperativas de crédito estarão presentes também.

Afinal, toda a ciência e tecnologia digital estará a serviço de um mundo cada vez mais analógico, ou seja, a serviço da inteligência humana. Insuperável, independente do tamanho da atividade agrícola e agora com integração lavoura pecuária e floresta.

Fica neste Show Rural Coopavel um destaque de muito mérito! E queremos aqui parabenizar seus idealizadores e o presidente da Coopavel, Sr. Dilvo Grolli.

Precisaremos de muito mais mecanização no Brasil, não apenas para os grandes produtores, mas também para médios, pequenos e mesmo os de subsistência. Os micros, apicultores, ervas medicinais, agroindústria caseira, fruticultores. Que nesta mega super feira que define o tom da mecanização brasileira para 2020, a Coopavel escreveu: “Reinvente sua vida no campo. Nosso objetivo é colocar você em contato com os maiores e melhores, não importa se você é produtor de subsistência, pequeno ou grande”.

José Luiz Tejon para o Canal Rural

Reinvente sua vida no campo

Toda a ciência e tecnologia digital estará a serviço de um mundo cada vez mais analógico

01 de fevereiro de 2020 às 10h21

Dilvo Grolli, presidente da Coopavel

Esse é o grande motivo da 32ª Show Rural Coopavel, em Cascavel, Paraná. Essa exposição tem para o setor de mecanização no Brasil uma gigantesca importância. Os fabricantes e distribuidores de máquinas comentam que é dali, da Show Rural Coopavel, que se estabelece o acorde do ano. Quer dizer, se o tom dos negócios será maior ou menor.

A ministra Tereza Cristina estará na feira que ocorre de 3 a 7 de fevereiro. O governador Ratinho Jr., que também tem promovido um ótimo crescimento do PIB do seu estado, se fará presente. É um movimento incrível de 650 expositores em 720 mil metros quadrados, recebendo 250 mil visitantes e com uma expectativa de movimentar neste ano de 2020, cerca de R$ 2 bilhões.

Por um lado a Show Rural Coopavel terá um dos seus mega stands dedicado ao SRD, Show Rural Digital.Então além de todo setor de tratores, colheitadeiras, implementos, automação para armazenagem e secagem de grãos, irrigação, máquinas que viraram robots, teremos um boot camp, um hackaton, e marcas como Microsoft, Dell, Huawei,Totvs dentre outras que agora estão umbilicalmente conectadas nas modernas máquinas e nos sistemas de gestão e monitoramento do uso dos insumos.

As cooperativas do Brasil e Paraguai terão também um fórum de TI, nesse ambiente digital. A mecanização brasileira é fundamental para tudo o que vimos de progresso no agronegócio nos últimos anos.

A inteligência digital embarcada permite racionalização dos custos, sustentabilidade e provoca e incomoda positivamente a evolução dos produtores e produtoras, na aquisição de educação.

A relação entre o investimento em máquinas com o custeio de insumos no Brasil, na minha opinião é baixa. Precisamos muito mais máquinas do que temos hoje. Bancos e cooperativas de crédito estarão presentes também.

Afinal, toda a ciência e tecnologia digital estará a serviço de um mundo cada vez mais analógico, ou seja, a serviço da inteligência humana. Insuperável, independente do tamanho da atividade agrícola e agora com integração lavoura pecuária e floresta.

Fica neste Show Rural Coopavel um destaque de muito mérito! E queremos aqui parabenizar seus idealizadores e o presidente da Coopavel, Sr. Dilvo Grolli.

Precisaremos de muito mais mecanização no Brasil, não apenas para os grandes produtores, mas também para médios, pequenos e mesmo os de subsistência. Os micros, apicultores, ervas medicinais, agroindústria caseira, fruticultores. Que nesta mega super feira que define o tom da mecanização brasileira para 2020, a Coopavel escreveu: “Reinvente sua vida no campo. Nosso objetivo é colocar você em contato com os maiores e melhores, não importa se você é produtor de subsistência, pequeno ou grande”.

José Luiz Tejon para o Canal Rural