Dra. Primavesi, como todo ser iluminado, não morrerá nunca!

Esse ícone brasileiro morreu aos 99 anos, muitos deles dedicados à agroecologia brasileira

06 de janeiro de 2020 às 11h55

Dra. Ana Maria Primavesi

Dona Ana Maria Baronesa Primavesi, como todo ser iluminado, não morrerá nunca. Para sempre fica o seu legado. Uma marca indelével na terra e nos seres humanos que foram por ela tocados e aperfeiçoados. O toque e o aperfeiçoamento da evolução.

Falamos tanto hoje em sustentabilidade, meio ambiente, cidadania no agro. Esta doutora, agrônoma, deixa em publicações como “manejo ecológico do solo” as rotas seguras da inteligência da moderna gestão.

Dra. Primavesi morreu aos 99 anos. Um século de vida dedicada ao inexorável da sabedoria humana, que mesmo aos trancos e barrancos irá prevalecer no universo. Perguntei ao Zecão, considerado agricultor modelo de Mato Grosso, Lucas do Rio Verde, qual a mensagem que ele diria a todos nós. E ele escreveu: “essa senhora merece todas as nossas homenagens . Ensinou-nos a produzir alimentos respeitando as características do solo e clima tropicais. Deixou um legado imensurável para a agricultura brasileira”.

Obrigado Dra Primavesi, e além de tudo suas visões ainda dão mais lucro para quem as utiliza, além do benefício geral.

Dra. Primavesi, como todo ser iluminado, não morrerá nunca!

Esse ícone brasileiro morreu aos 99 anos, muitos deles dedicados à agroecologia brasileira

06 de janeiro de 2020 às 11h55

Dra. Ana Maria Primavesi

Dona Ana Maria Baronesa Primavesi, como todo ser iluminado, não morrerá nunca. Para sempre fica o seu legado. Uma marca indelével na terra e nos seres humanos que foram por ela tocados e aperfeiçoados. O toque e o aperfeiçoamento da evolução.

Falamos tanto hoje em sustentabilidade, meio ambiente, cidadania no agro. Esta doutora, agrônoma, deixa em publicações como “manejo ecológico do solo” as rotas seguras da inteligência da moderna gestão.

Dra. Primavesi morreu aos 99 anos. Um século de vida dedicada ao inexorável da sabedoria humana, que mesmo aos trancos e barrancos irá prevalecer no universo. Perguntei ao Zecão, considerado agricultor modelo de Mato Grosso, Lucas do Rio Verde, qual a mensagem que ele diria a todos nós. E ele escreveu: “essa senhora merece todas as nossas homenagens . Ensinou-nos a produzir alimentos respeitando as características do solo e clima tropicais. Deixou um legado imensurável para a agricultura brasileira”.

Obrigado Dra Primavesi, e além de tudo suas visões ainda dão mais lucro para quem as utiliza, além do benefício geral.