O agronegócio vai ficar cada vez mais digital

A instrumentação agropecuária em todas as cadeias produtivas marca um momento disruptivo veloz e generalizado que precisa ser assimilado imediatamente no país

06 de dezembro de 2019 às 12h10

Fonte: Divulgação SIAGRO

E a Embrapa Instrumentação de São Carlos promove nesta semana o Siagro – Simpósio Nacional de Instrumentação Agropecuária 2019. Nanotecnologia, sensores e ciências cognitivas; agricultura de precisão e biotecnologia; bioeconomia e desenvolvimento sustentável serão temas de palestras com moderação de líderes e pesquisadores da Embrapa.

A área de controle biológico, manejo sustentável de solos e plantas, redução de desperdícios na pós colheita. Um painel diferenciado será o de investidores e startups, oportunidades no agronegócio. Antônio Maciel Neto, ex-presidente da Ford Brasil e da Anfavea, falará do portfólio da NT Agro; Francesco Ferrugia, presidente do Campus Party, mostrará que o empreendedorismo será o emprego do futuro.

Mário lewandowski, membro do Comitê de Jovens Empreendedores da Fiesp, trará a visão de iniciativas junto à instrumentação e agricultura 4.0. Murilo Goncalves, da SP Ventures, mostrará o radar Agtech, identificando mais de 1.100 Agtechs existentes. E o Carlos Eduardo Pereira, diretor de operações da Embrapii, da mesma forma tratará das perspectivas futuras das inovações.

O universo digital já está implantado nas máquinas agrícolas que já viraram robots e a instrumentação agropecuária em todas as cadeias produtivas marca um momento disruptivo veloz e generalizado que precisa ser assimilado imediatamente no país, por empreendedores e também pelas cooperativas, para as quais deveriam criar as startups da juventude cooperativista.

Em São Carlos, na Embrapa Instrumentação, no laboratório de referência nacional em agricultura de precisão. Valendo sempre lembrar que entre o zero e o 1 continuará sempre existindo o infinito, portanto a tecnologia digital está a serviço de um mundo cada vez mais analógico.

O agronegócio vai ficar cada vez mais digital

A instrumentação agropecuária em todas as cadeias produtivas marca um momento disruptivo veloz e generalizado que precisa ser assimilado imediatamente no país

06 de dezembro de 2019 às 12h10

Fonte: Divulgação SIAGRO

E a Embrapa Instrumentação de São Carlos promove nesta semana o Siagro – Simpósio Nacional de Instrumentação Agropecuária 2019. Nanotecnologia, sensores e ciências cognitivas; agricultura de precisão e biotecnologia; bioeconomia e desenvolvimento sustentável serão temas de palestras com moderação de líderes e pesquisadores da Embrapa.

A área de controle biológico, manejo sustentável de solos e plantas, redução de desperdícios na pós colheita. Um painel diferenciado será o de investidores e startups, oportunidades no agronegócio. Antônio Maciel Neto, ex-presidente da Ford Brasil e da Anfavea, falará do portfólio da NT Agro; Francesco Ferrugia, presidente do Campus Party, mostrará que o empreendedorismo será o emprego do futuro.

Mário lewandowski, membro do Comitê de Jovens Empreendedores da Fiesp, trará a visão de iniciativas junto à instrumentação e agricultura 4.0. Murilo Goncalves, da SP Ventures, mostrará o radar Agtech, identificando mais de 1.100 Agtechs existentes. E o Carlos Eduardo Pereira, diretor de operações da Embrapii, da mesma forma tratará das perspectivas futuras das inovações.

O universo digital já está implantado nas máquinas agrícolas que já viraram robots e a instrumentação agropecuária em todas as cadeias produtivas marca um momento disruptivo veloz e generalizado que precisa ser assimilado imediatamente no país, por empreendedores e também pelas cooperativas, para as quais deveriam criar as startups da juventude cooperativista.

Em São Carlos, na Embrapa Instrumentação, no laboratório de referência nacional em agricultura de precisão. Valendo sempre lembrar que entre o zero e o 1 continuará sempre existindo o infinito, portanto a tecnologia digital está a serviço de um mundo cada vez mais analógico.