E que comecem os trabalhos do STF…

Primeiro compromisso da agenda do presidente Temer, nesta quinta-feira (01), foi a cerimônia de abertura do ano judiciário de 2018. A Ministra Carmén Lúcia fez um discurso preciso e desejou que este ano seja de superação de dificuldades.

Muitas destas, diga-se de passagem, vem de julgamentos travados no Supremo Tribunal Federal e que vão impactar diretamente o campo. Dentre eles está a discussão do Código Florestal, mas que já tem data para continuar: 21 de fevereiro. 
Já o tão esperado julgamento dos embargos do Funrural não entrou na pauta de fevereiro. No fim do ano passado, o relator Alexandre de Morais, já sinalizou que não vai aceitá-los, mas em Plenário, há quem acredite numa modulação de efeitos por parte dos outros ministros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *