Primeiro trator no mundo movido a biometano está em teste no Brasil!

Olá, Amigos Agricultores,

Já está em operação de teste no Brasil o T6 Methane Power, da New Holland. Este é o primeiro trator em todo o mundo equipado com motor movido somente a biometano, um gás com alto poder de combustão, obtido através da purificação do biogás.

dfd98aeba238fbbda40cb8f02ca6ef2b29555039e6413735capimgpsh_fullsize_distr

Registrado oficialmente no Brasil em 2015 como combustível para veículos pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), o biometano vem sendo pesquisado como alternativa ao petróleo há pelo menos 10 anos.

Uma solução sustentável para as fazendas de gado confinado e granjas de aves e suínos de todo o Brasil, que já utilizam na infraestrutura biodigestores para a transformação dos dejetos dos animais em energia térmica ou elétrica.

Em destaque, o trabalho realizado pelo Centro de Energias Renováveis da Hidrelétrica Itaipu Binacional, de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, que já possui em sua frota de veículos 53 automóveis movidos a biometano.

41bfbc7b5c508a4688956c7ce9c25cc4d6e9a0e0364f1b73e0pimgpsh_fullsize_distr

A tecnologia começa a ser incorporada também nas máquinas agrícolas, com os tratores T6 Methane Power da New Holland, o projeto mais avançado dessa tecnologia em todo o mundo, realizado através do seu Programa Estratégico Global Clean Energy Leader.

Atualmente, a New Holland opera com esses tratores em fases de testes e validação, em 6 diferentes locais de produção agrícola ao redor do mundo, com três tratores de 140 cv de potência e outros três equipados com motor de 180 cv.

O Brasil foi o único país escolhido em toda a América Latina para receber um desses protótipos, e o Marcas e Máquinas acompanhou uma operação no campo deste trator na Granja Santa Helena, no oeste do Paraná. Propriedade da família Haake, que, desde 2014, em parceria com a empresa Energias Renováveis Cibiogás, transforma 8 toneladas diária de dejetos, produzidos por 84 mil galinhas poedeiras e 500 cabeças de gado confinado, em 40 metros cúbicos de biometano por hora.  É combustível suficiente para abastecer, todo mês,  a frota de 53 veículos da Itaipu Binacional  e agora, por um período de 2 meses de testes, o Trator T6 140 movido a biometano da New Holland.

fc68f9425377ca7273e8cc405d78f53937981f9143a1e34458pimgpsh_fullsize_distr

Equipado com um motor próprio para operar com biometano, fabricado pela Fiat Power Train, modelo F 1C, de 4 cilindros e 3.0 litros, o T6 140 Methane Power tem 136 cavalos de potência e uma transmissão powershift eletrocommand de 16 marchas à frente e 16 à ré.

Para acomodar sua necessidade de armazenamento de biometano, o trator possui na sua estrutura 9 cilindros, com capacidade total para 66 metros cúbicos ou 300 litros de gás, que proporcionam uma autonomia média de 4 horas de trabalho pesado ou 8 horas de trabalho leve. Ele apresenta economia de até 40% no consumo de combustível comparado com o diesel, e com redução de até 80% na emissão de poluentes.

cursor-13-destaque

Uma prova de que a tecnologia das máquinas agrícolas pode auxiliar o agricultor a produzir mais alimentos, gerando riqueza para o campo com preservação do meio ambiente.

O trator T6 Methane Power fica por aqui pelo menos por mais 6 meses e sem dúvida será um dos destaques da New Holland nas principais férias de exposição de máquinas agrícolas do país em 2017.

Então, até a próxima.

10 respostas para “Primeiro trator no mundo movido a biometano está em teste no Brasil!”

  1. Magnífico. O produtor vai gerar combustível e contribuir com a natureza, algo impensado há anos atrás.

  2. Hideraldo Avelar Pereira disse:

    Fantástico.

  3. Excelente, nós precisamos de energias renováveis para melhorar o nosso planeta com um ar mais puro,mas dependemos do esforço do governo para que estas renovações, realmente sejam postas em prática.

  4. odair jose guimaraes disse:

    grupo fiat cada ves renovando sua ideias

  5. Francisco disse:

    Sem duvida é uma tecnologia que vai revolucionar as máquinas rurais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *