Pulverizadores: empresas investem nos equipamentos automotrizes

Neste momento, em todas as áreas de produção agrícola do país, a safra de verão vai ganhando força. As chuvas da primavera caem em bom volume em todas as regiões e a promessa é de mais um recorde na produção de grãos para a safra 2016/2017.

No entanto, para que isso realmente aconteça, o produtor tem que ficar atento ao manejo de combate às pragas e doenças que atacam as lavouras e que podem colocar tudo a perder.

Por isso, depois de utilizar os tratores e implementos agrícolas para preparar o solo e plantar, entra em ação no campo, os pulverizadores. Máquinas que certamente estão em primeiro lugar entre os equipamentos da frota de uma fazenda, e que mais operam durante todo o ciclo produtivo de uma lavoura.

pulverizacao-lavoura

Atualmente, o mercado brasileiro de máquinas agrícolas oferece ao produtor rural, dezenas de marcas e modelos de pulverizadores, com destaque para os equipamentos automotrizes, que operam com chassi e motor próprio, com um tanque para armazenamento de água para a mistura da calda de defensivos, que pode variar de 2.000 a 4.500 litros de capacidade.

Pioneira na fabricação de pulverizadores automotrizes no país, a fabricante Jacto Máquinas Agrícolas, de Pompéia no interior de São Paulo, comemorou em 2015, os 26 anos da produção do primeiro pulverizador da sua família Uniport. Uma máquina que para a época auxiliou bastante os agricultores de grandes e médias área de cultivo, com uma capacidade de operação para 3.000 litros de calda, com barras de comando hidráulico e controles informatizados.

pulverizador-jacto-marcasemaquinas

Hoje a empresa, uma das líderes do segmento com mais de 60 anos de fundação, oferece ao agricultor uma nova série, com 7 novos modelos para sua família Uniport, com máquinas equipadas com motores de 128 a 243 cvs de potência, barras de pulverização de 24 a 36 metros de largura, tecnologias inovadoras para o manejo e operação, e as melhores ferramentas de agricultura de precisão embarcadas.

Há pouco mais de 10 anos, após um longo período, onde a Jacto reinou solitária no mercado de pulverizadores automotrizes, as principais empresas fabricantes de máquinas e equipamentos para a agricultura, apresentaram os pulverizadores automotrizes em seus portfólios de produtos.

Quase simultaneamente, John Deere, Massey Ferguson, Valtra, Case, New Holland, Jan, Stara, Pla e demais empresas fabricantes de implementos agrícolas, lançaram ao mercado suas máquinas de pulverização. Cada uma trazendo na sua engenharia, uma especialidade e uma nova tecnologia.

Apenas para nomear algumas dessas inovações, que trouxeram mais eficiência para o combate as pragas e doenças das lavouras, podemos citar as novas barras de pulverização com 36 metros de largura produzidas com fibra de carbono, para o modelo 4730 da John Deere para 3 mil litros. Uma tecnologia que está proporcionando menos amassamento e aumento da velocidade do pulverizador na operação por causa dos seus 400 quilos a menos no conjunto.

pulverizador-jhondeere-marcasemaquinas

Outra importante inovação do mercado que podemos destacar fica por conta do tanque de armazenamento de água com capacidade para 2.500 e 3.500 litros dos modelos de pulverizador automotriz Defensor da New Holland e Patriot da Case, que estão estratégicamente posicionados no centro do chassi da máquina, trazendo mais equilíbrio para o conjunto.

pulverizador-newholland-marcasemaquinas

Já para os pulverizadores MF 9030 da Massey Ferguson e BS 30 20 H da Valtra, a norte americana AGCO apresenta como inovação para suas máquinas, além do potente motor agrícola AGCO Power de 200 cavalos, novas ferramentas de agricultura de precisão que promovem uma melhor condição de operação de pulverização em qualquer tipo de terreno ou cultura.

pulverizador-masseyferguson-marcasemaquinas

Desse modo, o mercado para as máquinas de pulverização na agricultura brasileira é muito grande. Não podemos esquecer que, além dos pulverizadores automotrizes, o produtor rural pode contar também com diversos modelos de equipamentos de arrasto ou para instalação nos três pontos do trator. Sem contar aqueles que hoje, oferecem ao agricultor a possibilidade de realizar a aplicação dos defensivos agrícolas nas lavouras por sistemas eletrostáticos.

Mas esse é um assunto que nós podemos abordar em breve.

Então, uma boa safra e até a próxima.

2 respostas para “Pulverizadores: empresas investem nos equipamentos automotrizes”

  1. janete disse:

    muito bom o seu artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *