Leilão Brumado mantém tradição indiana e exporta para Bolívia


Em mais um ano com o tatersal lotado durante seu principal leilão, sempre realizado no primeiro sábado de julho, a Fazenda Brumado mantém viva a tradição indiana, a começar pela entrada do local que há anos conserva as ornamentais árvores-mastro, ou como muitos gostam de dizer: as choupalas. Pode até ser clichê começar a falar sobre elas, já que a maioria dos textos escritos aqui no Lance Rural sobre este pregão sempre falam das choupalas. É que não tem como não mencioná-las, de tão lindas.

Das choupalas ao gado, a Fazenda Brumado é uma das únicas a conservar o banco genético de animais 100% puros. Como seu Antônio José Prata Carvalho, o Tonico, anfitrião da tarde e filho do saudoso Rubico Carvalho, nos disse em entrevista sobre seus animais: nascidos no Brasil, mas com pureza indiana. E foi neste ritmo que o evento prosseguiu em uma tarde amena, quando o tempo fechado dava lugar a um sol vibrante.

O Leilão Brumado começou na hora marcada, às 13 horas. Mesmo depois de dar entrevista nas redes sociais para a repórter Bárbara Siviero, seu Tonico preferiu deixar Arnaldo Manoel Machado, que na ocasião exercia o cargo de assessor pecuário da Brumado, fazer as honras da casa.

Da entrevista direcionamos a transmissão início do remate, mas antes que o leiloeiro João Gabriel apresentasse os animais, fomos surpreendidos pelas homenagens. A primeira direcionada ao médico veterinário Nildo de Freitas Gois, e por último um tributo póstumo que emocionou os presentes.

Conduzida pela locução de Paulo Horto, da Programa Leilões, a homenagem foi para Mário Pereira, após um ano de seu falecimento. Neste momento as lágrimas foram inevitáveis, principalmente de Paulo Henrique que junto ao irmão e companheiro de trabalho seguraram um quadro escolhido como símbolo e que será colocado no mural das grandes personalidades dos leilões.

Reveja:

Após a homenagem chegou a vez dos animais. E a abertura já deixou a disputa acirrada. Fêmeas geneticamente puras e que fazem parte do Projeto POI. Destaque ainda para a bezerrada. O mais valorizado foi Indu FIV POI Brumado. O bezerraço de oito meses já possui 281 Kg e teve 50% ofertado. O comprador foi Adilson Rosa.

Estiveram presentes criadores de vários estados brasileiros no recinto, por telefone e internet, inclusive um dos grandes lotes mais bem cotados vai para Bolívia. José Inácio Soares foi o comprador e arrematou a matriz Carina FIV Machadinho.

Carina FIV Machadinho tem uma carreira de pista consagrada, cujas principais premiações foram: 1º Prêmio em São Miguel do Araguaia, 2º Prêmio em Porangatu 2015, Reservada Campeã Bezerra em Itumbiara 2015, 2º Prêmio Expoinel Goiás 2015 e 2º Prêmio Rio Verde 2016. Sua entrada no tatersal contou com a companhia de sua prenhez filha do Grande Campeão Nacional Kayak TE Mafra.

No geral o Leilão Brumado teve faturamento de R$ 957.720, com média superior a R$ 7 mil e crescimento de 4,19% em relação a edição de 2016. “Graças a Deus correu tudo bem. Bastante gente e uma boa liquidez. Mantemos a tradição o que é muito importante para nós, sempre dando valor no trabalho de nossa equipe e em relação ao mercado”, expressou seu Tonico ao final do leilão, que depois convidou a todos para uma boa galinhada.

Parabéns ao grupo Brumado e que o próximo ano venha com muito sucesso!!!