Nelore Naturalmente Precoce é sucesso em leilão no Tocantins

Com liquidez em pista, o 9º Leilão Nelore Naturalmente Precoce fatura mais de R$800 mil com a venda de touros melhoradores

No último sábado, dia 19 de maio, o estado mais jovem do Brasil, deu uma bela demonstração do progresso da pecuária local. Se até pouco tempo atrás, Tocantins era comprador de touros melhoradores, hoje o estado já se consolida como um importante fornecedor de reprodutores avaliados, precoces, aptos para encurtar o ciclo de produção e aumentar a lucratividade dos pecuaristas.
Um dos criadores responsáveis por essa conquista é o Dr. João Geraldo Houly, titular da Fazenda São Geraldo, em Chapada da Areia, no cerrado tocantinense. Há 18 anos, ele vem realizando um trabalho de excelência e incansável busca pelo melhoramento genético. A marca “Nelore Naturalmente Precoce” reflete a filosofia de um projeto executado 100% a pasto e que tem o aval dos programas da ANCP e PMGZ.
Em entrevista ao Canal Rural, o anfitrião falou sobre a arte de criar e selecionar Nelore com foco na produtividade e sustentabilidade. Orgulhoso, ressaltou ainda a importância de contar com a ajuda do filho Guy Houly nos negócios pecuários. “O Guy, nos últimos dois anos, vem participando ativamente do trabalho realizado pela Fazenda São Geraldo. Todo pecuarista almeja ter em seu rebanho filhos superiores aos pais. Isso é notório no nosso plantel e na minha vida pessoal. O Guy é um exemplo. Ele já mostrou que tem tudo para ser melhor do que eu. Qual o pai que não fica feliz com isso? ”, declara João Geraldo.

A repórter Paula Sant’Ana entrevistando o Dr. João Geraldo Houly

E qual o filho que não se espelha no pai? Com sorriso no rosto e olhos brilhando, Guy confessou: “É um orgulho muito grande dar continuidade ao trabalho do meu pai. Espero que durante muito tempo. Meu pai sempre foi uma referência de caráter e honestidade. Esse é o principal legado que ele deixa para mim e para as equipes da Fazenda São Geraldo e do Hospital Santa Paula, na capital paulista. Essa é a imagem do Dr. João Geraldo Houly”, reconhece Guy.

Guy Houly: “Meu pai sempre foi uma referência de honestidade e caráter”

Após as entrevistas, o remate foi comandado pelo leiloeiro Eduardo Gomes, que desde a primeira edição participa do Leilão Nelore Naturalmente Precoce. O evento atingiu liquidez total e disseminou reprodutores rústicos, precoces e geneticamente melhoradores para quatro estados brasileiros.

A média dos reprodutores era de 30 meses, 670 quilos e TOP 3% (ANCP e PMGZ)

Os touros duplamente avaliados (ANCP e PMGZ) que desfilaram no tatersal da Estância Dalben, em Paraíso do Tocantins, registraram média geral de R$7.632,00. O lote mais valorizado chegou a R$15.600,00. O faturamento final totalizou R$834.440,00. Cerca de 70% das vendas foram efetuadas por telespectadores do Canal Rural, que do início ao fim prestigiaram o leilão.

Reprodutores Nelore Padrão e Nelore Mocho fizeram parte do 9º Leilão Nelore Naturalmente Precoce

Muito além das cifras financeiras, o sucesso do 9º Leilão Nelore Naturalmente Precoce – Reprodutores pode ser mensurado pela sensação de dever cumprido! Por isso, o Dr. João Geraldo e o Guy Houly agradecem todos os profissionais, empresas e clientes que colaboraram para o êxito dessa rodada de negócios. O leilão terminou, mas o trabalho continua firme e forte. Em breve, estaremos juntos em outro grande remate!


Leilão da Naviraí fatura mais de R$ 2 milhões

Tradicional remate aconteceu durante a 84ª ExpoZebu, em Uberaba (MG)

Durante a 84ª ExpoZebu, a Chácara Nelore Naviraí promoveu a 29ª edição de seu tradicional leilão. Com 52 anos de seleção genética, o criatório ofertou novilhas precoces e reprodutores de alta qualidade no dia 30 de abril.

o animal mais valorizado do pregão foi Sagarana de Naviraí, filha do Naviraí Polo com Rolli FIV Naviraí. A bezerra foi arrematada por R$ 112,8 mil.

Sagarana de Naviraí, comercializada por R$ 112,8 mil

O remate obteve média de R$ 18,5 mil com a comercialização das fêmeas, e faturamento médio de R$ 37,5 mil na venda dos machos. O resultado geral do pregão foi de R$ 2.139.120,00.


Paraná Mati é destaque de vendas no Leilão Matinha

O touro foi vendido por 480 mil para o Nelore Novo, Nelore Visual e ABS Pec Plan

Paraná Matinha

Na última terça-feira, dia 1 de maio, aconteceu o Leilão Matinha, durante a 84ª ExpoZebu, em Uberaba (MG). O Canal Rural transmitiu o remate que começou a vender os seus 75 animais às 14h e encerrou as vendas às 18h45. Entre as ofertas do leilão, o lote de maior cotação foi 75% do Paraná Mati, macho Nelore PO, que comandado pelo martelo de Paulo Brasil, foi arrematado por Nelore Novo, Nelore Visual e ABS Pec Plan. O touro foi vendido por 480 mil. Confira a seguir o momento da venda:

A média das fêmeas ofertadas foi de R$ 22.645. O valor total das vendas do Leilão Matinha 2018 foi de R$ 2.062.080. Confira o momento de agradecimento ao final do leilão:

Por: Bianca Sandrine | Canal Rural