Leilão Santa Cruz mantém qualidade e cresce no interior goiano

No tatersal a frase pintada a tinta na parede do recinto resumia em poucas palavras o que encontraríamos naquela tarde de sábado, dia 18 de novembro de 2017. Com os dizeres: Nelore Santa Cruz Genética de Peso, o pecuarista Gil Pereira, já apresentava a certeza na qualidade de seus animais ao receber em sua propriedade, neloristas de vários estados para o Leilão de Touros Santa Cruz.

A fazenda está localizada em Iaciara, município que fica no nordeste de Goiás. Apesar de ter uma estrutura urbana em desenvolvimento, é considerada uma das principais regiões para a criação do gado de corte, principalmente por apresentar a terra mais fértil do estado.

O benefício do ambiente propício para o gado zebuíno, com temperaturas mais elevadas e território extenso, é o que também contribuiu para a evolução na seleção de seu Gil. Claro que, aliado ao melhoramento genético bem estudado, embasado nas avaliações da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu, a ABCZ.

O Programa de Melhoramento Genético Zebuíno, o PMGZ, foi um divisor de águas. A prova disso está impressa nos animais do sufixo Santa Cruz. A começar pelos animais ofertados no pregão. Foram oito horas de comercialização ininterrupta. Ao todo foram vendidos 160 reprodutores.

O faturamento do leilão passou de R$ 1 milhão, com média de R$ 10.140 por animal.

“Fiquei muito satisfeito. Ofertei aqui animais que eu mesmo compraria”, disse Gil Pereira, que obteve um crescimento de 31% em relação ao ano passado com o leilão realizado no mesmo período.

Os animais ofertados nesta edição traziam como principal ponto a sua avaliação PMGZ, e a vantagem de ter a fertilidade comprovada, já que todos foram testados a campo na estação de monta do ano passado, ressaltando a habilidade de procriação de cada macho.

Entre os reprodutores, Júpiter FIV Santa Cruz confirmou a aposta da assessoria pecuária, que ele seria o mais valorizado. Não deu outra. Júpiter obteve o maior lance. Disputado, foi vendido para a Cambira Agropecuária LTDA, por R$ 48 mil.

Júpiter FIV Santa Cruz no tatersal durante o leilão

Júpiter FIV Santa Cruz é filho de Lastro FIV da RFA, que foi um dos principais produtores de central. Além de trazer a genética do Rambo da MN e do raçador Bitelo da SS, Júpiter é Top 2% ao peso, 3% ao sobreano, 4% peso à desmama e no total materno 9%. Com 950 Kg, tem 42 cm de CE (Circunferência Escrotal).

Jetta FIV da Santa Cruz, irmão próprio do Júpiter, arrematado pela Fazenda Estância

O segundo mais valorizado traz a mesma avaliação de Júpiter, sendo seu irmão próprio. Jetta FIV da Santa Cruz, arrematado pela Fazenda Estância, de propriedade de ngela Thaís Samara, por R$ 42 mil, . O reprodutor tem 850 Kg e 40 cm de CE.

Próximo leilão Nelore Santa Cruz

A Nelore Santa Cruz anunciou seu próximo leilão pelo Canal Rural, marcado para o próximo mês, dia 14 de dezembro. Desta vez, será no estilo virtual, a partir das 21 horas, com ofertas também de touros. O catálogo ainda não está disponível pelo site da Programa Leilões.


Cabanha Santo Ângelo encerra temporada da Primavera com tradicional leilão

Pista limpa e ótimo faturamento marcam remate mais antigo do país

O 61º remate da Cabanha Santo Ângelo – realizado no último sábado (4) na sede da estância em Barra do Quaraí (RS) – repetiu o sucesso das edições anteriores.

Pecuaristas lotaram recinto de leilões

Considerado o leilão pecuário mais antigo em atividade do país, o evento reuniu centenas de convidados e contabilizou um faturamento de R$ 1,43 milhão.

Jorge Martins Bastos, o segundo da direita para a esquerda, dirige a Santo Ângelo desde 1983

No total foram comercializados 281 exemplares de bovinos das raças Angus, Braford e Polled Hereford e equinos Crioulos, com R$ 5,11 mil de preço médio.

Touros foram os principais destaques da venda

Também ofertaram, como parceiras do promotor Jorge Martins Bastos, a Agropecuária Santa Ana, de Miguel Augusto Barbará; a Estância São Miguel, do Condomínio Odair González, e a Estância Parayso, dos sucessores de Luiz Antônio Martins Bastos.

Os ventres leiloados no remate

O remate, que acontece desde 1957 na tríplice fronteira do Brasil com a Argentina e Uruguai, encerrou simbolicamente a temporada de leilões da primavera, período que antecede a época de monta.

A reponsabilidade pela organização do remate esteve a cargo da Tellechea e Bastos Leilões e Parceira Leilões.

Genética da Santo Ângelo é reconhecida pelos inúmeros títulos em pista e pela alta produtividade a campo

Comercialização Bovinos

Aberdeen Angus – 5 ventres CA prenhes: R$ 12,7 mil
Aberdeen Angus  –  2 touros CA: R$ 13,5 mil
Braford –   143 vacas prenhes: R$ 474,4 mil
Braford – 72 touros: R$ 634,8 mil
Polled Hereford – 14 touros PO: R$ 109,6 mil
Red Angus – 16 ventres CA prenhes: R$ 16 44,1 mil
Red Angus –  13 touros CA: R$ 91,3 MIL
Total: R$ 1,38 mil
Média: R$ 5,2 mil / 265 animais

Cavalos Crioulos encerraram as vendas como acontece desde a década de 1980

Comercialização Equinos

Crioulos – 9 éguas: R$ 40,5 mil
Crioulos – 1 égua com cria: R$ 9 mil
Crioulos – 6 cavalos: R$ 7,3 mil
Total: R$ 56,8 mil
Média: R$ 3,5 mil / 16 animais


Leilão HVP 2017: maior evento individual de Nelore do ano

Um evento extraordinário! Do primeiro ao último dia, os leilões da Agropecuária Vila dos Pinheiros foram uma verdadeira demonstração de que “o que já era bom ficou ainda melhor”! Seja em qualidade, quantidade ou faturamento, os avanços foram notórios.

Resultados animadores que refletem o alto nível genético e produtivo de um projeto pecuário completo, que envolve desde animais de elite até gado de produção. Um trabalho minucioso que tem à frente o criador Jaime Pinheiro. O pentacampeão do Ranking Nacional de Melhor Expositor da ACNB (Associação dos Criadores de Nelore do Brasil), abriu as porteiras do Haras Vila dos Pinheiros, em Indaiatuba (SP), nos últimos dias 27 e 28 de outubro. A propriedade de 500 hectares, com construções em estilo europeu, lagos, jardins, estátuas e esculturas trazidas de vários lugares do mundo, é um lugar encantador!

A entrada do Haras Vila dos Pinheiros é toda cercada por “pinheiros”.

Belezas naturais!

Sede do Haras Vila dos Pinheiros

Estátua de bronze de um potro, importada dos Estados Unidos. Ao fundo, o escritório do haras.

Fonte artificial na entrada das baias principais, onde são abrigados os cavalos árabes do Haras Vila dos Pinheiros.

Só de presenciar essas paisagens, a viagem já vale a pena! Mas, além de ser uma bela propriedade rural, a Agropecuária Vila dos Pinheiros é detentora de uma premiada tropa de cavalo árabe e há 7 anos vem se consolidando também como uma grife de peso do Nelore. A raça bovina mais popular da pecuária nacional, foi a protagonista de uma rodada tripla de negócios.

Recinto de leilões onde cerca de 600 convidados prestigiaram as duas primeiras etapas do Leilão HVP

Abrindo as vendas, na noite de sexta-feira, com transmissão ao vivo pelo Canal Rural X, foram ofertadas prenhezes de renomadas doadoras e dois lotes especiais de bezerras.

Antes da batida do martelo, o anfitrião Jaime Pinheiro entregou o prêmio de R$20mil para o ganhador da 2ª Copa HVP/FertVitro: Aciole Castelo Branco (Agropecuária Taj Mahal)

Aciole Castelo Branco fez a Campeã Bezerra da 2ª Copa HVP/FertVitro e recebeu R$20mil de premiação

Foi justamente a bezerrinha campeã da 2ª Copa HVP/FertVitro o primeiro lote ofertado. Quem ficou com 50% da Samira FIV TAJ, uma neta da Parla FIV AJJ, foi o Nelore MAC.

Samira FIV TAJ: Campeã Bezerra da 2ª Copa HVP/FertVitro

A outra bezerra apartada para abrilhantar o remate foi retirada da cabeceira da HRO Empreendimentos. Amada FIV da HRO, a primeira filha da Flagra nascida na HRO, teve 50% de suas cotas leiloadas. O comprador foi Jair de Paula, do Nelore Imperador. Ele investiu R$163,2 mil no lote extra do leilão.

Bezerra fenomenal: Amada FIV da HRO.

26 das principais doadoras da atualidade estavam presentes no leilão de prenhezes, como Parla FIV AJJ, Izabella FIV Fort VR,  Melopéia TE Guadalupe, Javanesa TE Guadalupe, Sérvia FIV MRA, Raridade FIV da RFA, Linda da Pau D’Arco, Prada TE da Sabiá, Agenda TE Guadalupe, Mercedita I FIV GGOL, entre outras.

A prenhez da Bi Grande Campeã Nacional e recordista de preço da raça, Parla FIV AJJ, conquistou o lance mais alto: R$192mil. O criador Jair de Paula, do Nelore Imperador, foi o responsável pela compra. Vale destacar que Jair de Paula é novato no Nelore, iniciou suas aquisições em setembro, no Leilão SAMPA. Só na etapa de prenhezes do Leilão Vila dos Pinheiros, ele investiu quase R$500mil.

Venda inédita: pela primeira vez foi disponibilizada uma prenhez da Parla com opção de livre acasalamento

A média geral do primeiro dia de negócios beirou a casa do R$75mil.

No sábado a tarde, a segunda etapa do Leilão HVP contou com a veiculação ao vivo do Canal Rural. Animais de elite e doadoras reinaram em pista. Mas foi com um lote fantástico de onze prenhezes que o pregão começou… Se reunir onze jovens e promissoras doadoras num único lote já era uma atitude diferenciada, o que dirá então do “coringa” incorporado ao lote? Uma aspiração completa da Parla TN1 ou da Parla TN2!  Quem levou a melhor foi o condomínio formado pela Fazenda Valônia e pelo Nelore Ouro Fino. Juntos, eles desembolsaram R$436,8mil.

Pista cheia: lote de 11 prenhezes e mais a aspiração da Parla TN1 ou Parla TN2.

Outro momento marcante foi a venda de 50% da melhor bezerra da geração 2017 da Agropecuária Vila dos Pinheiros. A Mundial Agropecuária poderá escolher qual bezerra irá ingressar em seu plantel.

Em pista, quatro representantes da nova geração da Agropecuária Vila dos Pinheiros

Assim como o anfitrião, os convidados capricharam. A Fazenda Baronesa, por exemplo, abriu mão de 50% da Ronda Cristal, Campeã Novilha Menor da Expoinel 2017. O Nelore Paranã não desperdiçou a oportunidade e arrematou o lote por R$268,8mil.

Ronda da Cristal está inseminada do reprodutor Jeru FIV do Brumado

Mais um lote fora de série que entrou para a história dos leilões de Nelore foi a venda da genética da Campeã Nacional Elegance II. A doadora, seu clone TN2 e mais oito clones previstos para nascer até o final do ano foram adquiridos pela HRO Empreendimentos, AF Agropecuária e Nelore Imperador.

Genética Elegance II valorizada em R$531mil!

A média geral do leilão de sábado chegou a R$150mil.

Fechando com chave de ouro, a rodada virtual de domingo, denominada HVP Premium, contou com transmissão ao vivo do Canal Rural e teve como destaque fêmeas e machos de produção, criados a campo, em Nova Andradina (MS). Com a venda de 191 animais e receita financeira de R$1,8milhão, esse foi o melhor remate virtual de Nelore da atual temporada. “Extraordinário! Assim defino o Leilão HVP 2017. Todas as etapas foram um sucesso. Desde criadores tradicionais até novos investidores disputaram com afinco os lotes à venda. Foi, de fato, uma rodada emocionante que retrata o amadurecimento de um projeto que começou há sete anos e que hoje está entre os melhores do Brasil. Parabéns ao Seu Jaime e à toda a equipe da Agropecuária Vila dos Pinheiros”, destaca Fernando Barros, presidente da SAP (Sucesso Assessoria Pecuária).

No total, os três dias de pregão registraram um faturamento líquido de R$6 milhões! As cifras altas e a total liquidez, fizeram do Leilão Vila dos Pinheiros – Nelore Edição 2017 o maior evento do ano de um único criador de Nelore. A sensação que fica é de dever cumprido e gratidão! “Ufa! Agora sim podemos respirar, agradecer e comemorar. Estamos passando por um ano difícil economicamente, tivemos que trabalhar com muito empenho para oferecer ao mercado prenhezes e animais, realmente, diferenciados, capazes de agregar valor aos plantéis dos nossos amigos neloristas. Mais do que os números em si, o que nos deixa mais felizes é saber que a genética HVP é bem quista. O leilão virtual de domingo teve oito horas de duração e foi um remate leve, tranquilo. Parece que ficamos quinze minutos no ar. Passou rápido demais. Nem mesmo a rodada de futebol atrapalhou o desempenho das vendas. Tivemos ligações de todas as regiões do Brasil do início ao fim do remate. Essa é a melhor retribuição. Ano que vem, se Deus quiser, vamos repetir a dose”, comemora Nielce Crispim, gerente de pecuária da Agropecuária Vila dos Pinheiros.

Timaço: três equipes reunidas – Agropecuária Vila dos Pinheiros, SAP e Programa Leilões, no estúdio do Canal Rural, em São Paulo.

2018 tem mais!! Se nessa edição, o que já era bom ficou ainda melhor, o que esperar para o ano que vem? Ah! Com certeza, podemos aguardar mais raça, mais beleza, mais emoção… O processo de melhoramento genético é constante e nós somos testemunhas dessa evolução! Parabéns, Agropecuária Vila dos Pinheiros!