Boas condições da soja em MT não garantem safra maior que 16/17

As lavouras de soja na região oeste de Mato Grosso estão se desenvolvendo muito bem com a combinação de chuva e sol na medida certa. O plantio na região já está praticamente encerrado, no entanto a produção em diferentes estágios. Umas já florescem enquanto outras recém estão brotando. Os agricultores estão animados, mas as estimativas apontam para uma safra menor do que a 16/17 em Mato Grosso.

– As lavouras estão muito bonitas e algumas já começando a florar. Precisaria é melhorar um pouco o preço, pois o custo aqui é mais alto que em outras regiões, conta o vice-presidente do Sindicato Rural de Campos de Julio, Alfredo Tomé.

Soja já florescendo no oeste de MT

Para o IMEA as boas condições da safra neste momento não significam projeção de aumento na produção. O instituto prevê redução de 2% na comparação com o ciclo anterior com uma colheita estimada em 31,3 milhões de toneladas de soja.

– A gente chegou a um recorde 55,42 sacas por hectare no ano passado. Esse ano houve problemas em outubro em relação ao plantio mais o clima que foi pior e em consequência disso a produtividade deve cair para 54,12 sacas por hectare, explica o superintendente do IMEA, Daniel Latorraca.

Lavouras de soja em Campos de Júlio safra 17/18

O otimismo é moderado entre os produtores de Mato Grosso, especialmente pelo preço que está abaixo do esperado pelo agricultor. Até agora, foram vendidos 33% da safra 17/18, percentual abaixo da mesma época do ano passado. Há produtores que não venderam nenhum grão de soja até agora. É o caso do Sidnei Zanella, que não pretende comercializar a saca abaixo de R$ 60 por saca.

– Se não tiver preço, a gente vai armazenar, conta Zanella que também é engenheiro agrônomo. E acabou de concluir os investimentos em mais um silo na propriedade.

O Blog vai continuar acompanhando as lavouras de soja em Mato Grosso até o início de dezembro, em caravana pelo Projeto Soja Brasil.   

Acompanhe as atualizações também pelo instagram @kellen.severo e @canalrural e curta os bastidores da viagem, curiosidades das cidades e mais informações!