7º Mandamento da Produtividade – Evitarás o coeficiente de Compensação

A melhor maneira de estragar uma variedade, desperdiçar adubo e criar dificuldades para o manejo sanitário é usar o coeficiente de compensação na semeadura, usar mais sementes do que é o necessário ou tolerável para a variedade. Quanto maior for a compensação maiores serão os riscos associados.

Precisamos aprender com a cultura do milho: ninguém coloca 90 mil sementes de milho buscando 60 mil plantas/ha, o que é muito comum na cultura da soja.

Usamos mais sementes do que o necessário por vários motivos:

  1. no passado era preciso fechar a linha muito cedo para ajudar no controle de plantas daninhas – a soja RR chegou, mas não mudamos nosso protocolo;
  2. não confiamos na semente, ou no tratamento, ou na plantadeira, ou no plantador, ou na previsão do tempo, ou em todos eles;
  3. não conhecemos bem as nossas variedades;
  4. já perdemos lavouras, agora o medo nos faz perder novamente.

Boa parte do desempenho de uma variedade decorre da população em que ela se encontra. Ela irá interferir na distância dos entrenós, na estatura da planta, na eficiência fotossintética do baixeiro, na tecnologia de aplicação (relação produto x alvo), na sanidade das folhas do baixeiro, na relação fonte x dreno (número de folhas sadias / vagens e grãos), no aborto de flores, vagens, grãos e no peso de grãos. Indiretamente a população de plantas interfere na eficiência do uso do adubo, do sol e da água.

Está aí uma grande oportunidade para melhorar a produtividade e além de tudo, diminuir os custos com sementes, royalties, taxa tecnológica e tratamento de sementes.

 

2 respostas para “7º Mandamento da Produtividade – Evitarás o coeficiente de Compensação”

  1. Rubens disse:

    Parabéns pela matéria e sua importância, a cada dia precisamos mais de gestão da porteira para dentro e as questões culturais ainda tem peso muito grande, somo ainda muito conservadores para algumas práticas. Em breve as Plantadeira serão montadas com sistemas de dosadores de sementes com sistema tipo elevador de grãos eliminando condutor e com isso a singularidade vai ser muito acima dos níveis atuais, com isto a preocupação com duplo, falha distância entre sementes vai chegar a níveis acima de 95%

  2. E ISSO AI PRECISAMOS PROFISSIONALIZAR
    A NOSSA AGRICULTURA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *