2º mandamento da produtividade: usarás sementes tratadas e inoculadas com perfeição


Tornar a semeadura algo mais prático e mais seguro. Dispensar a ela toda a atenção para que ocorra com eficácia, aproveitando o melhor período da janela de semeadura, sem contratempos.
Isso tudo depende de foco e muito planejamento e será possível no dia em que o produtor rural receber a semente tratada, inoculada e pronta para a semeadura, no local e horário combinados.
Enquanto a cadeia de suprimentos não entregar algo prático, garantido, eficaz e customizado, o produtor dispensará tempo e atenção para cuidar de algo que não ficará bom.
Dados de uma pesquisa de campo realizada pelo Caio Brudna e pelo Pedro Scarton, comparando lotes de sementes tratados “on farm” coletadas no Mato Grosso do Sul, dão conta de que apenas 33% dos lotes possuíam a dose esperada de princípio ativo; 17% possuíam superdosagem (possível fito); e 50% tinham subdose (possível falha na proteção).
Dentre os principais problemas associados ao TS “on farm” está a falta de controle de qualidade (não é possível rastrear erros) e, principalmente, a maior parte das tratadoras ainda causa dano mecânico na semente.
Com os atuais custos de produção, não há mais espaço para gambiarras. Precisamos evoluir nesta questão.

Uma resposta para “2º mandamento da produtividade: usarás sementes tratadas e inoculadas com perfeição”

  1. Luiz Henrique Carreri disse:

    com certeza o TSI é uma das tecnologias esperadas no campo, para que o produtor possa produzir mais, com a maior performance possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *