Como 22 cabras selvagens tiraram o sossego de uma cidade irlandesa

Moradores da pequena cidade de Ennis, na Irlanda, estão preocupados com a “invasão” de um rebanho de cabras selvagens .  Segundo moradores locais, já são 22 animais e eles estão procriando descontroladamente, causando problemas aos moradores. Muitas vezes as cabras não são dóceis e costumam perambular por todos os cantos, entrando inclusive em prédios e causando acidentes de trânsito. As informações são do site The Independent da Irlanda.

“Elas sobem nos carros durante a noite”, disse o prefeito Tom McNamara. Recentemente, duas cabras foram eletrocutadas depois de entrarem em uma subestação de eletricidade.

Para evitar mais acidentes, pelo menos os envolvendo automóveis,  autoridades locais prometeram instalar placas alertando os motoristas sobre o rebanho perigoso, que é visto regularmente vagando pelas estradas.

Controle 

O crescente número de cabras selvagens forçou o conselho a procurar uma solução de longo prazo. Eles estão procurando realocar as cabras, mas também houve pedidos de castração.

“A perturbação que essas cabras estão causando na localidade é totalmente inaceitável”, disse McNamara. A conselheira Mary Howard disse que as cabras estavam “procriando como se não houvesse amanhã”, mas que as pessoas da cidade “não querem vê-las abatidas”. Ela sugeriu que castrar os cabritos poderia ser uma alternativa.

O conselheiro Pat Daly disse que dois motoristas disseram que quase bateram em cabras e os animais também estavam “pulando em carros e indo para jardins”, acrescentou. O rebanho “é uma questão séria de segurança nas estradas e precisa ser tratado com urgência”, completou o conselheiro Johnny Flynn.

Ele disse que as cabras devem ser realocadas “no interesse do bem-estar animal, segurança pública, proteção de propriedade e para evitar um acidente de estrada que leve a ferimentos ou morte de animais ou humanos”.

Eamon O’Dea, engenheiro-executivo do conselho local, disse que a entidade pediu ao escritório regional de estradas que os sinais dos animais selvagens fossem erguidos em uma rota local movimentada. Ele acrescentou que o conselho entraria em contato com santuários de animais e grupos de assistência social para discutir a captura e remoção das cabras selvagens da área.

O conselho afirmou que quer lidar com a questão das cabras de maneira humana.