Cabanha de Goiás rouba a cena e promete incomodar!

Um sonho, um momento único! Assim definiu o resultado o criador Vitor Penner, de 36 anos, natural de Carazinho, atualmente morando em Goiânia. Em conversa por telefone Vitor me contou que comprou a primeira égua crioula quando tinha 19 anos, mas que a criação mesmo só deslanchou há cinco anos,  quando criou o próprio afixo e montou sede em Bela Vista de Goiás. O criador encarou de frente a distância do sul e já no primeiro ano conseguiu  colocar um animal na final do Freio de Ouro. Em 2013 a Gameleira estreava no palco da Expointer com  Sendero Estribo, atualmente reprodutor da cabanha goiana.
Passados quatro anos, um rendimento acima de todas as expectativas. A Gameleira é a cabanha com o maior número de animais classificados. Com vaga garantida Sendero Grazzia, Galo de Briga da Cabanha Santa Fé, Capanegra Quinta Sinfonia, égua em parceria com a Cabanha Capanegra e Indíviduo da Cabanha Santa Fé, todos apresentados pelo ginete Eduardo Weber de Quadros, mais conhecido como Dudu. Questionado sobre a expectativa para este Freio de Ouro o criador foi enfático: “as melhores possíveis, com o resultado até aqui já nos consideramos vitoriosos”. Confira os cavalos classificados da Cabanha Gameleira no link
Por Valéria Maciel