Os números faltando uma classificatória

A seletiva de Itu (SP) classificou mais oito conjuntos para a final do Freio de Ouro. Com estes, já temos 87 animais (43 fêmeas e 44 machos) garantidos na decisão.
Na etapa paulista, a média de pontos caiu em relação à Chapecó (SC). Depois de uma boa arrancada na morfologia, os machos não tiveram o mesmo desempenho nas provas funcionais. Ainda assim, os quatro primeiros colocados carimbaram o passaporte para Esteio. Enquanto duas éguas atingiram a casa dos 19 pontos, apenas um macho alcançou o feito.

Zeca Macedo venceu em Itu com Dinastia da Rio Bonito

No ranking atualizado, depois de oito seletivas, quatro animais ultrapassaram os 21 pontos (dois machos e duas fêmeas). 45 chegaram aos 19 e 23 aos 18 de média.
A Cabanha Gameleira (GO) segue com o maior número de conjuntos classificados: 4 (uma égua e três cavalos).

Floreio Gravatá venceu entre os machos e Fabrício Barbosa garantiu o terceiro cavalo na final

Entre os ginetes, Fabinho Teixeira da Silveira garantiu mais um cavalo em Itu e já tem 9 animais na final. Daniel Teixeira vem logo depois com 7. Dudu Quadros e Guto Freire estão com 5, assim como  Zeca Macedo, que venceu no interior paulista montando Dinastia da Rio Bonito.
Claudio Fagundes subiu no pódio duas vezes nesta etapa e vem logo em seguida com 4. Fabrício Barbosa, que venceu nos machos com Floreio Gravatá, está com 3 animais classificados para Esteio.

Por Sandro Fávero