Riispoa: Apenas nova regulamentação não resolve

frigorifico2

Brasil precisa de medidas com autonomia, credibilidade e transparência

Em cerimônia no Palácio do Planalto, o presidente Michel Temer e o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, assinaram decreto que revisa o Regulamento de Inspeção Industrial e Sanitária de Produtos de Origem Animal (Riispoa), que datava de 1952. O regulamento foi enxugado, de 952 para 542 artigos, e traz inovações como a instituição de penalidades leve, moderada, grave e gravíssima, como antecipou hoje o Valor.

Segundo o secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Eumar Novacki, de agora em diante, os estabelecimentos industriais que cometerem penas graves ou gravíssimas poderão ser interditados e ter seu registro de funcionamento cassado.

O Riispoa é um conjunto de regras que guia a fiscalização agropecuária em unidades industriais que fabricam alimentos de produtos de origem animal (carnes, lácteos, ovos, pescado e mel).

Brasil precisa de autonomia, credibilidade e transparência

Se não tirarmos das mãos dos políticos as indicações dos superintendentes do Ministério da Agricultura nos Estados, essa nova norma só vai servir para dar mais dinheiro para os próprios políticos.

Não adianta criar regras quando se coloca jogadores que tendem a querer roubar no jogo!
O problema da Carne Fraca foi a corrupção! Portanto o mínimo que deveria ser feito, é adotar medidas como a de ter auditores fiscais como de alguns setores do Banco Central, da CVM e semelhantes. Sobre eles, não recai dúvida quanto a autonomia e credibilidade do trabalho realizado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *