Programa Pegando Fogo estreia com personagens, tradição, vinho, a Serra Gaúcha e uma costela perfeita!


A região de Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, é o berço da imigração italiana no Brasil, juntamente com dezenas de cidades vizinhas. A geografia desse lugar é de tirar o fôlego pela própria natureza e pelas mãos dos imigrantes, que transformaram a paisagem em milhares de parreirais espalhados pelos morros, encostas e campos. Hoje, o Vale dos Vinhedos é reconhecido pela sua importância econômica e cultural no setor da vitivinicultura. Ali, alguns dos melhores vinhos da América do Sul têm sua origem.

E é nesse lugar mágico, que os banquetes e as celebrações giram em torno da colheita da uva e do início da safra de vinhos, a vindima. Dezenas de vinícolas recebem um público cada vez mais crescente de turistas e amantes do vinho e da gastronomia para os rituais da colheita, que se transformam em uma grande comemoração coletiva, resgatando a origem dos imigrantes e sua riqueza cultural, que hoje se misturam com o gaúcho e suas tradições.

O primeiro programa do Pegando Fogo foi atrás dessas histórias e personagens. Chegamos no final da vindima para fazer um fogo de chão junto aos parreirais da Vinícola Dal Pizzol, nosso parceiro neste episódio. Convidei Rodrigo Bellora, um dos mais talentosos chefs do Brasil e dono do Restaurante Valle Rustico, no Vale dos Vinhedos. Personagens e personalidades locais prestigiaram o Pegando Fogo. Recebemos o secretário de Turismo, o presidente da Câmara de Vereadores, assessores e convidados especiais da Vinícola Dal Pizzol. Um verdadeiro banquete ao redor do fogo de chão, regado com os melhores vinhos e comidas da brasa, numa paisagem deslumbrante.

Meu convidado, Rodrigo Bellora trouxe para o fogo diversos produtos locais e produzidos por ele próprio em seu restaurante, como a polenta brustolada, tradição italiana e parte da memória cultural e afetiva da região. Tudo muito simples e delicioso. As carnes selecionadas pelo programa Carne Angus Certificada nos proporcionou servir um churrasco perfeito, com cortes ótimos para grelha e fogo de chão, com os deliciosos pães de alho da Zinho.

E a chave de ouro deste primeiro programa foi as conversas ao redor do fogo com o proprietário da vinícola, Rinaldo Dal Pizzol, um senhor sábio e encantado com a vida, a simplicidade e a cultura do vinho e a lealdade às suas origens e memórias. Tudo o que inspira o Pegando Fogo.

Ao final, para o brinde, estávamos em uma grande família, unidos pelo fogo, histórias, memórias e amor pelo que se faz. Que venham outros encontros como esse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *