Primeira revisão da safra de cana, açúcar e etanol – 2017/2018

A safra de cana 2017/2018 no Centro-Sul do Brasil mostra-se, neste momento, melhor que aquela inicialmente prevista em abril deste ano.  Isto porque choveu bem em abril, maio e novembro, o que deu condições para a lavoura suportar o clima seco de julho e setembro, meses onde ocorre o pico da moagem. Em decorrência deste fato, beneficiou-se o rendimento industrial (RI). Estimamos um RI  de 136,3 versus uma previsão inicial de 134,5 kg (ATR)/tc.

Em resumo, esperamos algo em torno de 1,5% a maior de produtos finais (ATR), estando este benefício concentrado na produção de etanol hidratado. O mix alcooleiro  da safra passou de 52,0% para 53,5%.

A moagem de cana, com previsão inalterada, deve atingir 593 mi t. A produção de açúcar no CSul é 0,6 mi t  menor que aquela inicialmente prevista e pode alcançar 36 mi t. As exportações de açúcar do CSul serão reduzidas em 0,4 mi t e alcançando 26,8 mi t, sendo mantido um recorde neste caso.

A produção de etanol aumentou 1,1 bi litros e está prevista em 25,4 bi litros. Desta forma, o abastecimento do mercado interno é melhorado e devemos alcançar uma condição semelhante àquela da safra passada, quando cerca de 23% do consumo potencial de etanol combustível (ou seja, abastecer a frota o ano todo) foi atendido. A produção de etanol anidro (10,7 bi litros) representa nesta revisão 42,4% da produção total; na primeira previsão era 44,9% do total.

A safra da região Norte-Nordeste não sofreu modificação. Por enquanto está alinhada com nossa previsão. Estamos prevendo para esta região uma moagem de cana de 50,7 mi t. Para o açúcar esperamos 3,4 mi t e para o etanol prevemos 1,7 bi litros.

Desta forma, o Brasil irá moer  643,7 mi t de cana (652 na safra passada 2016/2017); irá produzir como líder mundial 39,4 mi t de açúcar (38,7) e 27,1 bi litros de etanol (27,3 ). Os estoques de passagem em 31Mar2018 serão mínimos, o que dará suporte para preços na entressafra.

Para maiores detalhes veja nosso site abaixo mencionado.

Julio Maria M. Borges ……Sócio-Diretor da JOB Economia e Planejamento……                                site: www.jobeconomia.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *