La Ninã. Será possível?

O padrão de chuvas na região Centro-Sul (CS) e Norte-Nordeste (NNE) sugere características de La Niña: pouca chuva no CS e chuvas acima da média no NNE.Vejamos os gráficos abaixo.

A linha preta representa a média de chuva acumulada nas regiões canavieiras do CS e NNE nos últimos 23 anos. A barra marrom é a chuva acumulada na safra passada e a barra verde é a chuva acumulada nesta safra 2017/18. Cabe lembrar que a safra no CS vai de Abril a Março e no NNE, de Setembro a Agosto. 

O que ocorreu na safra passada ?  

No CS choveu na média até meados da safra (Outubro/16) . A partir dai choveu abaixo da média até Março/17. A chuva acumulada até Abril/17 foi de 1200mm contra uma média de longo prazo de 1350 mm. Na região NNE ocorreu o inverso.  Até meados da safra passada 2016/17 choveu abaixo da média. A partir de Março/17 começou a chover acima da média. No acumulado do ano safra choveu 1200 mm contra uma média de aproximadamente 1100mm.  

E neste ano safra 2017/18, o que está acontecendo?  

O padrão de chuvas no CS sugere repetir o que aconteceu em 2016/17. Chuvas acima da média até Agosto/17 e a partir dai chuvas abaixo da média. Na região NNE em Setembro/17 (início da nova safra 2017/18) choveu bem.  

Estas observações empíricas de clima, ainda muito preliminares, servem somente como sinal de alerta para os players do setor: produtores e clientes. Isto porque, no caso de se verificar a ocorrência deste fenômeno climático, teremos a antecipação do término da safra, melhor rendimento industrial e menor rendimento agrícola e a possibilidade de uma forte mudança nas condições do mercado global de açúcar.  

Hoje a expectativa do mercado global de açúcar é de excesso de oferta em 2017/18 da ordem de 4 milhões de toneladas. Caso ocorra um período de seca no CS do Brasil a quebra de safra pode mudar o excedente de 2017/18 para deficit em 2018/19. Se isto acontecer, o movimento de preços do açúcar no mercado externo mudará seu padrão de baixa para alta. E isto muda tudo.     

Julio Maria M. Borges ……Sócio-Diretor da JOB Economia e Planejamento……                                site: www.jobeconomia.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *