Crise de líderes no Brasil

O Brasil vive acima de tudo uma crise de líderes.

 

Procuram-se líderes

 

Liderança significa crenças e credos onde valores como o protagonismo e a excelência, com propostas que tragam benefício para a maioria, sejam predominantes nos atos dos líderes.

 

 

No agronegócio, em momento de grave crise de liderança entre os poderes, surge a importância do 4º poder, o da sociedade civil organizada.

E nada como dar exemplos do êxito onde isso ocorre.

No Renovabio.
Um caso concreto onde tivemos a união do governo, o ministro de minas e energia, Fernando Coelho filho, a quem coube liderar todos os ministérios e órgãos do governo, e por outro lado a sociedade civil organizada, liderada por um líder civil, fora da política pública e de partidos políticos.

Um autêntico líder da sociedade civil organizada desse segmento, um especialista no setor sucro energético, Plínio Nastari representante da sociedade civil no conselho nacional de política energética.

Renovabio é o plano nacional de biocombustíveis, e que se aplica a todos os combustíveis com baixíssima pegada de carbono, ou seja etanol, biodiesel, biogás, biometano e bioquerosene.

A boa condução entre o legislativo, órgãos técnicos, e a sociedade civil, trouxeram a feliz êxito, com o presidente temer assinando o decreto que regulamenta a eficiência energética e ambiental, e premiando a adoção de inovações voltadas a sustentabilidade.

O próprio presidente Temer disse na cerimônia da assinatura em Ribeirão Preto, que este seria provavelmente o ato mais importante do seu governo.

E agora cabe corrigirmos também a ideia de que a eletrificação por si só, significa o futuro. Se essa eletricidade for puxada de usinas de carvão, petróleo, ou de fontes não sustentáveis, não significará futuro algum.

 A eletrificação vira e será a transformação das moléculas dos biocombustíveis em eletricidade, para movimentar motores, através de células tecnológicas que farão isso.

Quer dizer, a eletricidade do futuro será originada no campo, nos biocombustíveis.

Sem dúvida alguma, se não tivéssemos nesse caso uma articulação do poder público com uma liderança capaz da sociedade civil organizada, não teria o presidente Temer assinando o que entendeu ser um dos principais atos do seu governo.

Agro liderança, da sociedade civil organizada, afinal agro também é eletricidade.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *